quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Meu post mais inútil até hoje

Sonhos são realmente peculiares. Tem gente que sonha com coisas reais, problemas do dia-a-dia e coisas que estão incomodando. Eu não. Eu sonho sempre coisas absurdas e de difícil interpretação. Ok, tirando aqueles que todo homem já teve, capazes de provocar poluções noturnas, tem um sonho recente que posso contar neste horário e canal que fica voltando a minha memória com alguma frequência.

"No sonho, estava eu fazendo um churrasco com amigos na casa de alguém, não sei quem. De repente um bando de marginais invade a casa como num arrastão e começa a roubar tudo. Logo de cara recebi uma martelada no joelho e caí gritando de dor. Fomos todos encurralados num quarto. Achei um roller e resolvi fugi pela janela de roller (?????). Mas ao abrir a janela os ladrões já estavam na espreita e um deles me seguiu de bicicleta. Depois de uma longa e implacável perseguição, parei exausto junto a um portão de uma casa e o ladrão me alcançou. Quando ia me dar uma segunda martelada no joelho, um bode, isso mesmo, um bode surgiu do nada de um arbusto e acertou uma cabeçada no ladrão, me salvando. Mas o alívio foi breve, porque em seguida, o bode trocou de alvo e começou a perseguir também."

Vai entender?!!! Alguém se habilita a explicar?
O tempo dos faraós se foi e não posso contar com José pra entender esse!